Dia do Pai

Hoje é dia de celebrar o Masculino. Dia de celebrar o Pai. E eu celebro o Masculino (e o Pai) que está presente em mim, no meu coração e na minha vida.

Hoje, e em todos os dias. Celebrar. Honrar.

Tudo é Energia e nesta encarnação Terrena experienciamos a dualidade e a polaridade na matéria. Todos somos Masculino e Feminino, todos temos as duas energias dentro de nós. E convém que estejam equilibradas e curadas, e sobre isso muito há que escrever. Naturalmente e salvo as devidas excepções, se somos do sexo feminino o nosso poder está na nossa energia feminina, se somos do sexo masculino, esse poder está na energia masculina…

Hoje é dia para honrar. O Masculino. Dentro de nós, e no mundo. É dia de honrar o primeiro Masculino com que contactamos, na figura insubstituível e única do Pai.

Hoje eu celebro o Meu. Que já não está fisicamente mas que continua a estar presente de todas as outras formas possíveis. Nas memórias, nas histórias, nos ensinamentos, no legado e nas características únicas que fazem dele quem é, porque continua a Ser, de outra forma, e num outro plano. Viverá para sempre no meu coração e estaremos sempre conectados pela Alma.

O Masculino tem as suas características, as suas funções. O Masculino é acção, é protecção, é provisão, é segurança, é força. O Masculino existe também para que o Feminino possa manifestar-se em todo o seu esplendor.

O Masculino não substitui o Feminino e o Feminino não substitui o Masculino.

Não têm que competir. Cada um ocupa o seu lugar. Cada um tem a sua importância. Em equilíbrio.

E hoje, neste dia especial em que também dissertei sobre polaridades, celebro e honro, com gratidão, o Masculino na minha vida, na figura do senhor meu pai, que, não sendo perfeito, como ninguém é, exerceu e cumpriu de uma forma imperfeitamente perfeita o seu Masculino paternal na minha vida, e por isso sou grata, e feliz.

Feliz dia pai, hoje, e todos os dias. És eterno. Feliz dia a todos os pais e a todos os filhos e filhas, pois são os filhos que fazem de alguém Pai (ou Mãe), numa das mais bonitas relações humanas.

P.S. A cor favorita do meu pai era o vermelho, a cor do chakra raiz, que é o chakra do direito a existir, e que é uma cor de vida, e, ainda que às vezes sinta que nunca mais me vai apetecer vestir vermelho, sinto todavia uma grande paixão pela vida, e vivo, pois, afinal, VIVER é a melhor forma de honrarmos quem já partiu e nos deu esse bem que é o mais precioso, a vida, através dos laços inquebráveis do Amor.❤️

#Pai #DiaDoPai #Masculino #Honrar #Agradecer #Amor #byPatríciaFreitas #VozPalavraCoração #FarmacêuticaDaAlma #CoachDeSonhos #ComunicarTe #apatriciafreitas #40HashtagsParaUmDespertar #Os5SuperpoderesParaHeróisDeTodosOsDias

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo